Sérgio Lüdtke anuncia selo para veículos de comunicação no Café com Aner

Sérgio Lüdtke anuncia selo para veículos de comunicação no Café com Aner

12 de junho de 2024
Última atualização: 13 de junho de 2024
3min
Sérgio Lüdtke, homem branco, de barba e cabelos grisalhos, usando blusa de gola creme, aparece em ambiente de escritório usando fones de ouvido pretospara falar de desinformação e do selo de compromisso para veículos de informação brasileiros
Sérgio anunciou a criação de um selo de compromisso que vai avaliar os veículos de informação. Imagem: Reprodução Café com Aner
Márcia Miranda

O presidente do Projor e editor-chefe do Projeto Comprova, Sérgio Lüdtke, esteve no Café com Aner da última terça-feira, 12 de junho, para falar sobre desinformação e fez um anúncio importante. O Projor está criando um selo de compromisso que vai validar as empresas que cumprem com as boas práticas de produção de notícias.

De acordo com o jornalista, o selo de compromisso será baseado em 11 indicadores de compromisso com o público. O objetivo é distinguir veículos comprometidos com a ética e a qualidade jornalística. A análise dos veículos será iniciada pelos cadastrados em associações de notícias, como a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner).

“Vamos iniciar pelas listas de todos os associados das quatro grandes associações nacionais de editores: Aner, Ajor, ANJ, Abert. Nossa ideia é fazer o lançamento disso em agosto, com os veículos que estão vinculados às associações e em conformidade com esses indicadores. Óbvio que a gente vai fazer uma apresentação de disso para todos os associados, antes, para que os veículos saibam o que estamos fazendo”, explicou Sérgio.

Participe da Aner. Compartilhe experiências, fortaleça o setor de comunicação editorial e a sua marca! Junte-se a nós! Clique aqui e saiba como.

Além do selo de compromisso, um manual de boas práticas

Ao todo serão divulgados 11 indicadores que vão mostrar o compromisso do veículo com a qualidade da notícia entregue ao público e o interesse em informar de forma correta e bem apurada. Entre eles, ter uma política de correção de erros Clara e publicada no site, ter um expediente que permita ao leitor saber quem prepara aquele conteúdo e pontos de contato que possibilitem troca de informação. Outro compromisso a ser considerado será uma política editorial.

“Vamos ter uma página para cada veículo dentro do Atlas da Notícia dizendo quais são esses indicadores. Quando o público acessar o Atlas, ele vai identificar se o veículo tem ou não a conformidade com esse ou aquele item”, explica.

Outro ponto de destaque será a criação de um manual de boas práticas com sugestões sobre uma boa política de correção de erros, por exemplo.

Perdeu o Café com Aner com Sérgio Lüdtke?

Veja o vídeo completo em nosso canal do YouTube e aproveite para compartilhar com toda a sua equipe!

Veja aqui a apresentação que Sérgio exibiu no Café com Aner.

Márcia Miranda
Administrator