Novos títulos questionam declínio do impresso nos EUA

Tradução livre realizada a partir de artigo publicado no blog Mr. Magazine, de Samir Husni, em novembro de 2014. Em caso de incorreção, escreva para jornalista@aner.org.br.

O número de novas revistas lançadas a cada ano nos Estados Unidos não têm diminuído porque o impresso está “supostamente” em declínio – muito pelo contrário. Entre outubro de 2013 e setembro de 2014, foram lançados 862 novos títulos de revistas, 232 destes com frequência promissora.

Para um meio em declínio, as revistas impressas estão audaciosamente respondendo a esse sentimento em alto e bom som, repudiando corajosamente os críticos. Definir 862 lançamentos como “declínio” é um eufemismo, para dizer o mínimo.

Para homenagear o sangue, suor e lágrimas (sem esquecer também a tinta) que foram vertidos em cada um destes 862 novos lançamentos e de seus antecessores dos anos anteriores, apresento anualmente, em conjunto com a MIN (Media Industry Newsletter), os 30 lançamentos mais quentes do ano.

A pergunta que mais me fazem sobre isto é: quais são os meus critérios para selecionar os 30 melhores títulos lançados em determinado ano? E como estar em uma lista dessa não é garantia de sucesso, sinto-me compelido a explicar tais motivos. Ser escolhido significa algo, significa que a angústia e o trabalho árduo do staff da revista e de todas as pessoas por trás desse produto tem sido notado e reconhecido. E na mídia de hoje, o critério de seleção é muito rigoroso.

Para chegar a minha decisão sobre o que faz de uma revista “quente”, o critério número 1 é, de longe, a reação da audiência diante da revista. Como o mercado global reage e como o público-alvo responde a ela? E tão importante quanto: como a indústria se comporta em relação a ela? Estas questões são as primeiras feitas quando seleciono as 30 mais “quentes”.

Por exemplo, quando você tem um site como o Net-a-Porter lançando uma revista impressa e lê o CEO dizendo que a empresa não está completa sem o impresso, essa declaração já é suficiente para que eu considere que essa empresa tem feito, com investimento de tempo e recursos, algo digno de ser considerado “quente”. É simplesmente o caso de uma companhia ouvir sua audiência. E é disso que se trata este negócio: o público em primeiro lugar.

Ou quando uma companhia como a Bauer lança uma semanal impressa nesta altura da vida — só este fato já é uma indicação de que este deve ser um lançamento “quente”. E para ir mais longe: quando você tem uma revista como a “Dr. Oz The Good Life”, que esgotou nas bancas e terá uma segunda impressão — a primeira desde 2000, quando “O: The Oprah Magazine” foi lançada –, quem se atreve a não nomeá-la como lançamento “quente”?

Outros critérios incluem a capacidade de a revista ser uma experiência tão rica e bela que o produto atinge uma audiência distante da que fora destinada, através de fotografia inacreditável, papel requintado e estilo inegável, que se recusa a ser ignorado, como a “Angler’s Journal”, onde paixão e beleza da pesca ganha vida e acende o desejo de folhear suas páginas e ler seu conteúdo, mesmo que a pessoa nunca tenha pescado na vida.

E enquanto não há uma fórmula científica para este processo de seleção, há a conexão real entre mim e as revistas. Eu não as escolho, elas me escolhem. A paixão viva e verdadeira que tenho sentido por revistas nos últimos 30 anos incutiu em mim uma habilidade natural para me fundir com a tinta no papel. Estamos unidos.

Além disso, alguma coisa atrai minha atenção para ser selecionado como um lançamento “quente”, baseado na análise comparativa com todas as outras revistas. Para mim, cada nova revista é uma boa revista. Qualquer novo lançamento é um bom lançamento.

No entanto, quando você olha para 200 ou 300 novas revistas, invariavelmente a qualidade virá à tona como um delicioso creme. É quando eu começo a raspar esse creme que descubro os 30 novos títulos mais “quentes”. Então, sem mais delongas, aqui estão os 30+ de 2014 em ordem alfabética:

“The 30 Hottest New Magazine Launches and The One Hottest Re-Launch”

POSTS RELACIONADOS