NOTA À IMPRENSA

nota-a-imprensa-345

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) protestam, com grande indignação, contra as agressões da Polícia Militar aos fotógrafos André Coelho, do jornal O Globo, e Joedson Alves, da agência EFE, durante as manifestações ocorridas em Brasília na última quarta-feira, 24 de maio. Um policial chegou a sacar a arma e disparar em direção ao chão, próximo ao fotógrafo de O Globo.

Os profissionais estavam cumprindo sua missão jornalística, devidamente identificados, e nada fizeram que justifique a violência da Polícia Militar. É flagrante o despreparo dos policiais em relação ao trabalho jornalístico em manifestações como a de quarta-feira. Lamentavelmente, episódios como esse têm acontecido com frequência.

As associações aguardam que as autoridades apurem com rigor os fatos e punam os culpados. É inadmissível que jornalistas sejam agredidos e tenham sua integridade física ameaçada no exercício da atividade de reportar a realidade à sociedade brasileira. O cerceamento do trabalho jornalístico agride o direito dos cidadãos de serem livremente informados.

Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
Associação Nacional de Editores de Revistas
Associação Nacional de Jornais

POSTS RELACIONADOS