ANER é contrária ao controle de tráfego na internet por provedores

O representante da Associação Nacional dos Editores de Revistas (ANER), Manoel Lemos, afirmou nesta quarta-feira (6) pela manhã que é favorável ao princípio da neutralidade da rede contido na proposta do Marco Civil da Internet (PL 2126/11, apensado ao 5403/01), que está sendo discutido no Plenário da Câmara.

“Somos contrário à qualquer tipo de controle ou segmentação em relação ao que o usuário pode acessar”, disse, durante comissão geral. Na visão dele, se os provedores de conexão interferirem na tráfego, vão fazer controle editorial do conteúdo da rede.

Com informaçōes do Portal da Câmara dos Deputados.

POSTS RELACIONADOS